VARIZES E TRATAMENTOS

CONHEÇA MAIS

RECONHEÇA OS TIPOS DE VARIZES

Atualmente existe uma classificação internacional para falar das varizes, a classificação CEAP. O C é referente aos sinais clínicos das varizes. Isso permite explicar por que ocorrem seus sintomas e as diversas manifestações.

Varizes - Tipo C1

Na prática médica do dia a dia do consultório e para facilitar o entendimento, podemos dizer que os pacientes nos procuram por motivos estéticos, quando apresentam telangectasias (C1), que são aqueles vasos finos arroxeados que normalmente aparecem na face lateral da coxa ou próximo ao joelho, que aparecem muito, principalmente em pessoas muito claras e que não aumentam em tamanho, mas em quantidade.

Começam aos poucos e, se não tratados, vão se espalhando por toda a perna e coxa, dando uma aparência muito feia. Às vezes são acompanhados de queimação, dor e sensação de peso. Quando são um pouco maiores, chamamos de veias reticulares, são mais esverdeadas e aparentes e já se apresentam como pequenas varizes, ou seja, dilatadas e tortuosas. Nesse estágio ainda conseguimos tratá-las por meio clínico com aplicação de medicamentos dentro delas (escleroterapia) e/ou com o laser transdérmico, que promove uma reação física, térmica, possibilitando seu desaparecimento. Em casos especiais às vezes temos que operar.

Varizes - Tipo C2

As varizes propriamente ditas (C2) são veias dilatadas, tortuosas e que não funcionam mais e podem causar dor, peso, inchaço e, se não tratadas, levam a outras complicações como veremos a seguir. O tratamento das varizes também pode ser feito com escleroterapia, às vezes usando-se um método de injeção do medicamento em forma de espuma, que possibilita usar menos medicamento em uma veia maior, ou tratamento cirúrgico, que é feito de forma personalizada, no qual cada paciente tem um tratamento de acordo com o seu comprometimento.

Nos casos de pacientes com varizes, estas podem ter as veias safenas acometidas ou não. Chamamos as veias safenas de tronculares, pois elas têm um trajeto bem definido anatomicamente, que começa no tornozelo e vai até a virilha. Também podemos ter pessoas com muitas varizes, mas sem o acometimento das safenas.

Quando temos a safena acometida, podemos fazer sua retirada parcial, segmentar ou mesmo tratá-la por dentro usando uma fibra laser que pode queimar o segmento que está doente. Cada caso deve ser estudado junto ao seu médico vascular.

Varizes - Tipo C3 e C4

A doença venosa é uma doença crônica, degenerativa e que não tem cura. Se não for tratada, vai piorando lenta e progressivamente até começar a dar complicações. Seguindo a classificação e a própria evolução da doença, em uma fase mais avançada (C3) aparece o inchaço, que, além da sensação de perna pesada, se não tratado, evolui para (C4), que é quando a perna pode começar a ficar manchada de marrom e a pele muito seca. Quando a pele fica muito seca e coçando, podem aparecer as úlceras varicosas, que são feridas na perna de difícil cicatrização. Essa é a história natural da doença varicosa.

O tratamento deve ser o mais precoce possível. Consiste desde a escleroterapia nas fases iniciais, cirurgia, medicamentos flebotômicos, uso de meia elástica medicinal, mudanças de hábitos que incluam peso equilibrado, atividade física regular, evitar longos períodos de imobilização, elevar as pernas acima do coração com frequência, não fumar, entre outros.

Além dessas complicações que citamos, ainda podemos ter a varicorragia, que é uma hemorragia espontânea ou traumática das varizes; as flebites, que são inflamações de uma veia; e as tromboses, que são obstruções da circulação venosa em um segmento de veia que pode levar a problemas mais sérios.

Recomendações

De tudo o que foi dito, fica uma simples lição: na doença venosa, assim como na vida, quanto mais cedo for o tratamento, melhor será o resultado. Use essa informação a seu favor. Se tiver problemas de varizes, trate o quanto antes. Pense em sua saúde vascular. Não deixe que suas varizes virem doença.

 

COMO EVITAR O APARECIMENTO DE VARIZES
COMO EVITAR O APARECIMENTO DE VARIZES
RECONHEA OS TIPOS DE VARIZES
RECONHEÇA OS TIPOS DE VARIZES
VARIZES E LASER
VARIZES E LASER

VEJA TAMBÉM

TRATAMENTOS
CRYO LASER E CRYO ESCLEROTERAPIA
CRYO LASER E CRYO ESCLEROTERAPIA
ESCLEROTERAPIA COM ESPUMA
ESCLEROTERAPIA COM ESPUMA
CIRURGIA VASCULAR A LASER
CIRURGIA VASCULAR A LASER
ATENDIMENTO
(62) 3086-1265
(62)3548-1564
WHATSAPP
(62) 98486-1265

Centro Clínico Lúcio Rebelo: Rua S-6 n° 146, 4° andar Bela Vista, Goiânia - GO

COPYRIGHT
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS